RSS

PEQUENAS HISTÓRIAS DE UM MENINO CHAMADO VITOR


A PRIMAVERA

A primavera é cheia de flores, de alegria, e de várias cores, umas juntam-se com as outras. O Beija flor que vem para pegar o doce das plantas, os insetos e outros bichos.
Nós podemos pegar todo o tipo de folhas maravilhosas que florecem na primavera. É na primavera que tem as rosas com aquele aroma suave e cheiroso.
A primavera é tão feliz! é tão colorida que você nem imagina!
E não machuque as flores, pois a primavera precisa delas para ficar cada vez mais linda.


##########################################################



OS TRÊS PORQUINHOS

Era uma vez três porquinhos, eles moravam com a mamãe, eles tinham vários amigos: o boi, o cavalo, o pato, as ovelhas e etc.
Certo dia a mãe deles pediu para que fossem comprar leite para ela. No caminho o lobo mau estava dormindo na casa dele quando sentiu o cheiro dos porquinhos. Então o lobo mau se levantou rapidamente e se escondeu atrás da moita perto dos três porquinhos. Ai eles foram a venda e compraram o leite, e quando voltaram o lobo os atacou, eles sairam correndo mas o lobo os alcançou e os levou para sua casa, mas os pássaros foram correndo contar para a "mãe porca" que desesperada chamou os amigos e eles saíram para ajudar.
E o lobo falava: "Oba! Hoje vamos ter churrasquinho de porco, vou chamar os amigos."
Nesse momento a mãe porca chegou com seus amigos e os encontrou presos e eles lhes contaram o que havia acontecido. Então a mãe porca, muito esperta, sabia armar uma cilada se escondeu com eles ali perto, e quando o lobo chegou com seus amigos, todos avançaram pra cima deles, a mãe porca, o boi, o cavalo, o pato, a ovelha, e etc.Os lobos surpreendidos fugiram de medo e nunca mais mexeram com os porquinhos. E todos foram felizes para sempre.








Vitor Angelo é um menino de onze anos com uma imaginação fértil. Como toda criança sabe contar historias, gosto de suas histórias porque tem começo, meio e fim , e ele capricha no vocabulário. A expressão "mãe porca", ele usou com muita simplicidade e quando ele a leu para mim arrancou gargalhadas é claro, e ele na sua inocência não entendeu e ainda disse: Tinha que ser mãe porco por acaso? Sem contar que seria uma nova versão para a história do lobo e os três porquinhos, na original não tem mãe porca, também nunca vi lobo fugir de pato ou ovelha, entretanto acho que o nosso autor mirim quis destacar o valor de uma amizade e que a união faz a força.

Bom se eu não fosse tão suspeita para falar diria que ele já é um escritor, mas por ser meu filho, vai aqui apenas um incentivo para que ele tome gosto pela coisa.
Esse ano quero me dedicar ao máximo as crianças. Saber o que elas pensam é prioridade. Levá-las a conhecerem, cada dia mais, o Senhor Jesus, é meu alvo para 2009.

Você adolescente, criança, se você quiser ver publicado seu texto no blog das esponjas envie e-mail para: demarsea@yahoo.com.br


Beijos,
Márcia Gomes

2 comentários:

Edilene disse...

Qdo uma criança usa sua imaginação p/ escrever , pintar............

É Bom prestarmos bem atenção, pq eles vão dizer mo que sentem.
Acho que o Vitor se senti protegido pela mãe.

Márcia Gomes disse...

Olá
Obrigada por seu comentário

O Vitor tem uma lista de cinco coisas sem as quais ele não saberia viver:
Deus, a linda mamãe, o papai, a irmãzinha e o cão.
Como você vê a lista dele está perfeita para um menino cristão, criado com valores cristãos, e ensinado e incentivado a amar a Deus e sua família, não protegido pois´aprendi a devolver filhos para Deus.

A Paz do Senhor!!!
Márcia Gomes